Empoderamos gestores da saúde e suas equipes a tomar decisões mais ágeis e precisas

PRODUTOS/[care.tracker]

Pain Points

Imaginou poder monitorar cada interação do paciente com a equipe assistencial e equipamentos médicos? Saber se o cuidado prescrito foi realizado no momento certo?

Imaginou poder pagar o seu corpo clínico por mérito individual? Poder reconhecer os profissionais mais comprometidos e engajar todo o time para um cuidado mais barato e eficaz?

Com o [care.tracker] os gestores assistenciais de hospitais e home care podem acompanhar as interações da sua equipe e dos equipamentos médicos com o paciente e receber alertas em tempo real por e-mail ou SMS quando o cuidado prescrito não for realizado ou acontecer fora do horário determinado.

Os dados gerados pelo [care.tracker] podem ser cruzados com dados clínicos do paciente gerados por sistemas de monitoramento usados pelo hospital para a análise do custo-eficácia do cuidado e o impacto nas taxas de readmissão e desfecho clínico.

O [care.tracker] da med.driven também possibilita remunerar os profissionais da assistência pelo tempo de cuidado a beira do leito e indicadores de desfecho clínico, ou seja, pelo valor entregue ao paciente.

 

Mas porque o tempo de cuidado a beira do leito?  

 

Pesquisas clínicas de universidades norte-americanas mediram a correlação entre o tempo de cuidado a beira do leito de um paciente crítico internado em um hospital ou em home care por médicos, enfermeiros e fisioterapeutas, e a taxa de readmissão hospitalar. O maior tempo de cuidado a beira do leito gera uma expressiva queda na readmissão hospitalar, provando ser uma proxy importante para a eficácia do cuidado.  

Benefícios

Para o Hospitais e Home Care

  • Monitorar o cuidado prescrito no PEP e acompanhar o impacto no tratamento.

  • Saber se o paciente foi assistido na hora certa e pelo tempo determinado.

  • Engajar e fidelizar o corpo clínico pelo reconhecimento do mérito individual no cuidado ao paciente.

  • Conhecimento do tempo efetivo dedicado ao cuidado das equipes das empresas contratadas.

  • Redução da taxa de readmissão hospitalar.

  • Métricas claras de acompanhamento da eficácia do cuidado compartilhadas entre o hospital, o corpo clínico e a fonte pagadora.

  • Métricas claras para acompanhamento da interação do corpo clínico com o paciente e cumprimento da prescrição do cuidado durante a internação.

  • Melhora da experiência do paciente internado.

Para as Equipes Assistenciais

  • Informações precisas para suporte à análise do dimensionamento e comprometimento com o cuidado das equipes alocadas.

  • Remunerar os integrantes da equipe por métricas vinculadas ao tempo dedicado ao cuidado e ao desfecho clínico, pagando melhor aos profissionais mais comprometidos com o paciente.

  • Maior eficácia do tratamento.